terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Biografia de Amy Winehouse ganha versão em quadrinhos


Edição inicia uma série de HQs sobre músicos que morreram aos 27 anos


A trajetória da cantora e compositora britânica Amy Winehouse, morta em julho de 2011, aos 27 anos, ganhou uma versão em graphic novel. Escrita e ilustrada pelos franceses Christoph Goffette, Patrick Eudeline e Javi Fernandez, a edição chegou ao Brasil em março deste ano pela Conrad Editora e abre a série especial 'O Clube dos 27', que publicará anualmente histórias em quadrinho sobre músicos que morreram aos 27 anos.

Já confirmado, o segundo volume será sobre a vida e obra do ex-vocalista da banda Nirvana, Kurt Cobain. Jim Morrison, Janis Joplin e Jimi Hendrix também estão na lista dos biografados. Mais informações sobre a coleção serão divulgadas no site da Conrad Editora.


Veja abaixo algumas imagens da graphic novel:








segunda-feira, 30 de dezembro de 2013


Conhecido do grande público por trabalhos em novelas da Globo, como 'Passione' e 'Guerra dos Sexos', o ator Germano Pereira lançou recentemente o livro 'Príncipe da Noite - Sete Mulheres e Meia' (Novas Páginas). Em ágeis 366 páginas, o romance narra o drama de um psicanalista que a cada manhã acorda ao lado de uma mulher diferente, mas nunca se lembra como a conheceu. 


Ironicamente, a vida cotidiana do protagonista Gabriel é a mais pacata de todas: atende os pacientes no consultório, lida com problemas comuns da vida e até faz trabalhos voluntários. No entanto, não existe paz quando se tem a mente dominada pelo Príncipe da Noite, que deseja ter todas as mulheres para si, uma a cada noite. O desconforto de Gabriel aumenta quando sapatos femininos começam a aparecer em sua casa. Alguns deles estão manchados de sangue...



Em uma estrutura inusitada e instigante, Germano Pereira traça um paralelo entre a vida de dois homens completamente diferentes, mas que habitam o mesmo corpo. Em seu primeira obra de ficção, o autor se destaca pelo absoluto domínio de seu texto, tecido em uma linguagem enxuta e cristalina.


Ben Affleck se destaca em primeira imagem de 'Garota Exemplar'



Com aparência abatida e terno surrado, o ator Ben Affleck aparece em destaque na primeira imagem do filme Garota Exemplar, divulgada na conta oficial no Twitter da distribuidora Fox.


Ao fundo, um cartaz com o rosto da atriz Rosamund Pike (Jack Reacher: O Último Tiro) indica o desaparecimento da jovem que interpreta Amy, esposa do personagem de Affleck, Nick.


Na trama, Amy some no dia do aniversário de casamento, dando origem a todo o desdobramento da história, na qual o marido é considerado um dos principais suspeitos do possível crime. Na imagem divulgada, Nick tenta provar sua inocência e convida os moradores da cidade para ajudar em uma busca pela mulher.







Fenômeno na internet, Pedro Gabriel lança livro com frases e desenhos rabiscados em guardanapos


Guardanapos de papel e postagens no Facebook têm algo em comum: nenhum dos dois são feitos para durar. A união desses dois elementos, no entanto, conseguiu agora alcançar a perenidade que um livro pode oferecer.


Eu me Chamo Antônio, projeto que começou como uma fanpage onde o publicitário Pedro Gabriel compartilhava desenhos que fazia em mesas de bar, acaba de virar livro.

- A página do Facebook nasceu em outubro de 2012. Em maio de 2013, a editora me convidou para transformar todo esse conceito e essa identidade visual em um volume impresso. Foi um processo de transformação doloroso e prazeroso, que durou cinco meses - conta Gabriel por telefone do Rio.



Os guardanapos ilustrados por Pedro Gabriel são repletos de trocadilhos, metonímias e outras figuras de linguagem. Os textos ganham o papel através de uma grafia inventiva e alguns desenhos, dando conta de tratar das aventuras amorosas e boêmias de Antônio, alter-ego emotivo e apaixonado de Pedro Gabriel.





sábado, 28 de dezembro de 2013

“O Mordomo da Casa Branca” - Wil Haygood


Uma história sobre a luta social e racial nos Estados Unidos da América. Assim pode ser definido o livro “O Mordomo da Casa Branca”, lançado no Brasil pela Editora Novo Século. A obra apresenta Eugene Allen, um negro que aos 89 anos de idade relata os 34 anos em que trabalhou como mordomo na Casa Branca, servindo oito presidentes – de Harry Truman a Ronald Reagan.


O país conheceu o discreto Allen em 7 de novembro de 2008, quando Wil Haygood, autor do livro, publicou no The Washington Post um artigo sob o título “Um mordomo bem servido por esta eleição”. Os Estados Unidos havia acabado de eleger o primeiro presidente negro da história, Barack Obama.


Durante a narrativa, Haygood descreve a pacata vida de Allen ao lado da esposa, Helene. Na casa humilde, um porão foi totalmente dedicado às lembranças dos tempos de trabalho. Um acervo digno de museu, composto por fotos, cartas e até bustos de mármore dos ex-presidentes.


sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Best-seller sobre a vida dos idosos é lançado no Brasil


Acaba de chegar ao Brasil o livro 'Prenda-me, por favor!' (Gutenberg), da sueca Catharina Ingelman-Sundberg. Best-seller em16 países, a ficção policial  fala de um presídio no qual os presos recebem toda espécie de benefícios, desde decoração requintada até estúdio musical e biblioteca. A única coisa da qual são privados é a liberdade. 


A prisão retratada no romance é um sonho para qualquer prisioneiro do mundo e claro, para os cinco velhinhos desta ficção policial, que decidem entrar para o mundo do crime e assim deixar o abandonado Lar Diamante, casa de repouso onde vivem para gozar dos privilégios e conforto da prisão sueca. 

'Prenda-me, por favor!' é uma obra que retrata com sutileza a condição de vida dos idosos em qualquer lugar do mundo e faz o leitor refletir como é possível viver melhor no fim da vida, de um modo divertido e não tedioso ou doente.
 



'Corta pra mim’ – Marcelo Rezende


A entrada de Marcelo Rezende no jornalismo foi uma casualidade. Um primo, chefe dos copidesques de 'O Globo' e do 'Jornal dos Sports', foi quem, em 1969, o levou para conhecer uma redação quando tinha 17 anos. "Ele estava louco para me tirar da vagabundagem e ver se algo me atraía no jornalismo", relembra já no primeiro capítulo do seu livro de memórias 'Corta pra mim' (Planeta, 240 p, R$ 31,90), lançado recentemente. 


Com humor e simplicidade, Rezende conta os bastidores de grandes reportagens feitas durante os quase 23 anos que trabalhou para a TV Globo. Entre elas estão a série de matérias sobre a ação da polícia na Favela Naval, em 1997; o envolvimento do deputado Abdiel Rabelo no tráfico internacional de entorpecentes, em 1991; a cinematográfica invasão de fazendas no Pontal do Paranapanema pelo Movimento dos Sem Terra (MST), em 1996, e a primeira entrevista de Francisco de Assis Pereira, o Maníaco do Parque, a uma TV, em 1998. 

O jornalista também dá detalhes de sua saída da TV Globo: "em 2002, fui sondado pela 'TV Record' e também pela 'RedeTV!' Meu contrato com a Globo havia vencido e não conseguia chegar a um valor salarial que me parecesse justo. [...] Achei que era hora de conhecer o mundo lá fora, apesar dos quase 23 anos de Organizações Globo, onde cresci sendo sempre extremamente bem tratado". Marcelo optou pela 'RedeTV!', onde ficou até 2004, quando assumiu o comando do programa 'Cidade Alerta', na 'TV Record'. 




terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Peça de teatro mostra vida de Harry Potter antes da magia


O espetáculo vai contar a história do menino-bruxo de JK Rowling antes de ingressar na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts


A escritora britânica J.K. Rowling, conhecida mundialmente pelos livros da franquia Harry Potter, está trabalhando em uma peça de teatro sobre a vida do bruxo antes do primeiro livro, A Pedra Filosofal, que narra o seu ingresso na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

Em nota divulgada em sua página oficial no Facebook, a autora afirmou que a peça irá explorar “a história não contada dos primeiros anos de Harry, quando era um órfão abandonado”.  A história, segundo a escritora, contará com a participação de alguns outros personagens conhecidos da saga, cujos nomes ela não especifica.

Além de colaborar com o roteiro, J.K. será co-produtora do espetáculo ao lado dos produtores teatrais britânicos Colin Callender e Sonia Friedman. O diretor e a data de estreia da peça ainda não foram definidos.

A saga Harry Potter, composta por sete livros, vendeu mais de 450 milhões de cópias ao redor do mundo e rendeu oito filmes, que faturaram 1,3 bilhão de dólares.



segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Jornalista evangélica explora relação entre gays e cristãos em novo livro


Marília de Camargo César afirma que lutou contra o próprio preconceito para compreender o universo homossexual


É possível a um cristão evangélico desarmar-se de suas crenças e tentar compreender o profundo universo que é a homossexualidade? Para Marília de Camargo César, sim. A jornalista e escritora paulista acaba de lançar o livro 'Entre a Cruz e o Arco-Íris'(Gutenberg), reportagem que aborda a complexa relação entre os cristãos e o mundo LGBT. Em uma reveladora entrevista ao iBahia, Marília falou sobre o duro processo de pesquisa para construir a obra, ao longo do qual teve de domar o conflito entre a própria fé e a realidade a qual se propunha investigar. 


Confira aqui a entrevista ao iBahia!


quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

A Outra Sombra free download


Olá, pessoal ;)

Para você que ainda não leu A Outra Sombra, essa é a oportunidade. Até o dia 31 de dezembro de 2013, o livro estará disponível para download gratuito no 4shared (versão em PDF). Espero que você possa apreciar a leitura. Um grande abraço!


Para baixar o livro gratuitamente clique aqui!





Adquira seu exemplar impresso aqui!

Adaptação de ‘A Culpa É das Estrelas’ ganha pôster


The Fault in Our Stars, título original da adaptação cinematográfica de A Culpa É das Estrelas, ainda sem versão definida em português, ganhou pôster nesta quarta-feira. A adaptação do best-seller do americano John Green, primeiro lugar na lista de mais vendidos de VEJA desta semana e parte do ranking há mais de sete meses, chegará aos cinemas americanos no dia 6 de junho de 2014. Ainda não há data para a estreia no Brasil.


Os papeis dos personagens principais foram designados para a atriz Shailene Woodley (Os Descendentes) e Ansel Elgort (Carrie, a Estranha). Também estão no elenco Willem Dafoe (Homem-Aranha), como o louco escritor Peter Van Houten, e Nat Wolff (Noite de Ano Novo), como o amigo do casal Isaac.

Segundo o site The Huffington Post, para conseguir o papel principal, Shailene escreveu um e-mail para o autor John Green implorando pelo emprego. “Eu disse: ‘sou obcecada por você e pelo seu livro, e eu faria qualquer coisa para fazer parte disso. Por favor, me deixe fazer um teste”, conta a atriz.

O filme será dirigido pelo jovem cineasta Josh Boone, de Stuck in Love (2012), e conta com a supervisão do autor, que atualmente acompanha as filmagens do longa. 


quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Grupo editorial Record está sob nova direção


Novos desafios no horizonte da Record, o maior grupo editorial brasileiro: depois de um ano e meio à frente do catálogo de ficção nacional, Guiomar de Grammont deixa a função para se dedicar a projetos pessoais e Carlos Andreazza, editor de não ficção, assume, em janeiro, também a área de ficção brasileira. Segundo a Record, a saída da editora foi “de comum acordo”.



Ao longo de suas sete décadas, o grupo construiu um catálogo com importantes nomes da literatura nacional e, de alguns anos para cá, com o aumento da competitividade, ela acabou perdendo os direitos da obra de grandes autores, como Jorge Amado e, mais recentemente, Carlos Drummond de Andrade, para outras editoras. Manter escritores consagrados na casa e atrair jovens talentos são metas do novo editor.

“Agora estou mergulhado no catálogo, fazendo estudos dos livros que estão contratados e dos que estão em produção. Depois, quero me apresentar aos autores que ainda não conheço e dar muita atenção aos nossos escritores clássicos, como o Graciliano Ramos”, conta. Sobre os contemporâneos, diz: “A Record sempre apostou no lançamento de escritores e sou muito atento ao trabalho deles”.

Professora da Universidade Federal de Ouro Preto e idealizadora do Fórum das Letras, na cidade mineira, Guiomar de Grammont pensa agora na sua carreira literária. “Quero voltar a escrever e me dedicar de corpo e alma à divulgação dos livros que pretendo publicar em 2014. Tenho enorme carinho e respeito pelos autores do meu catálogo e não quero me sentir dividida entre o cuidado com as obras deles e os lançamentos dos meus livros”, conta.

Agora, ela procura editora para o romance "Na Tua Ausência"..., que tem como pano de fundo a ditadura militar, "Aeroportos", com um único e longo poema, e escreve com a diretora italiana Alessandra Vannucci a adaptação do "Diário da Prisão", de Judith Malina.



Trilogia Millenium ganhará quarto livro


A trilogia Millenium do sueco Stieg Larsson, que conquistou sucesso internacional, ganhará um quarto capítulo, anunciou nesta terça-feira a editora Norstedts.


— Decidimos deixar que alguém assumisse e contasse o que acontece depois — declarou a editora Eva Gedin, em um comunicado.

O escritor sueco David Lagercrantz, coautor da biografia do jogador de futebol Zlatan Ibrahimovic intitulada Eu sou Zlatan Ibrahimovic, ficará encarregado da nova obra, cuja publicação está prevista para 2015, dez anos após o lançamento do primeiro livro.

— Já comecei a escrever e tem sido terrivelmente divertido — disse Lagercrantz em um comunicado. —É um mundo fantástico, no qual somos devorados.

Segundo os editores, o autor dará prosseguimento a história com os mesmos personagens - Mikael Blomkvist, um jornalista encarregado de investigar o novo caso, e Lisbeth Salander, uma moça rebelde e ex-hacker que se torna detetive - com inspiração nas tramas precedentes, mas acrescentando um toque pessoal a essas intrigas.

A companheira de Stieg Larsson, Eva Gabrielsson, que se viu presa em uma amarga disputa com a família do autor sobre o seu legado, disse ao tabloide Aftonbladet ter ficado surpresa com este anúncio, e se perguntou se a editora tem o direito de pedir mais um livro.

— Acho que é desagradável tentar ganhar mais dinheiro — disse ela na entrevista ao jornal.

De acordo com ela, os editores não tiveram acesso ao quarto livro que estava sendo escrito quando Stieg Larsson morreu em 2004.

— Então, eu acredito que eles começaram novamente, a partir do zero — diz.

A série Millennium tornou-se um fenômeno global e foi adaptado para o cinema, primeiro na Suécia, depois nos Estados Unidos pelo diretor David Fincher. Os três primeiros livros já venderam 75 milhões de cópias no mundo todo e foram traduzidos para mais de 30 idiomas, de acordo com a Norstedts.


terça-feira, 17 de dezembro de 2013

García Márquez é homenageado com estátua em Bogotá


A Prefeitura de Bogotá prestará homenagem ao Nobel de Literatura de 1982, o escritor colombiano Gabriel García Márquez, com uma estátua que representa seus primeiros dias como jornalista na capital da Colômbia e que estará localizada na praça do Palácio do Liévano, sede do governo da capital, a partir desta quinta-feira.


A Secretaria de Cultura, Lazer e Esporte de Bogotá informou em seu site sobre a inauguração da estátua de bronze em tamanho natural feita pela artista Julia Merizalde.

Julia foi a ganhadora de um programa distrital de estímulos à produção artística, o que permitiu o desenvolvimento e instalação da peça nos jardins do Palácio do Liévano em um espaço que será dividido com a escultura "Cascada", de Édgar Negret, e "El Quinde de la Paz", do equatoriano Nixon Córdova.


Com seus inconfundíveis óculos e bigode e um papel na mão esquerda, a estátua de García Márquez parece mais um transeunte no pátio da Prefeitura.

O escritor de 86 anos, nascido na cidade de Aracataca, no departamento de Magdalena, deixou sua região muito jovem e chegou a estudar Direito na Universidade Nacional de Bogotá, mas abandonou o curso para fazer parte da vida intelectual da capital colombiana e do jornal "El Espectador".

A Secretaria de Cultura, Lazer e Esporte coordena passeios turísticos de duas horas pelo Palácio do Liévano todas as sextas-feiras nos períodos da manhã e da tarde. 


segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Luis Fernando Verissimo será tema de escola de samba


Com fama de tímido e recluso, Luis Fernando Verissimo está prestes a cair no samba. Não só ele: Ed Mort, a Velhinha de Taubaté, as Cobras e muitos outros de seus personagens estarão dançando na passarela em 2014.


Verissimo é o tema do desfile da Imperadores do Samba de 2014. Nesta segunda-feira, ele será o homenageado em um ensaio-show da escola de Porto Alegre, que vai apresentar seu novo samba-enredo e alguns dos adereços inspirados na vida e na obra do escritor a partir das 21h, no bar Opinião (Rua José do Patrocínio, 834).

Na ocasião, Verissimo verá pela primeira vez as fantasias carnavalescas criadas a partir de seus personagens mais famosos, que desfilarão no sambódromo de Porto Alegre em 1º de março. Ao todo, serão 22 alas e cinco alegorias, mas, para manter o suspense, a escola só vai apresentar seis figurinos no ensaio aberto.

- Não queremos estragar a surpresa para o dia do desfile. São coisas do Carnaval - explica Erico Leoti, vice-presidente da Imperadores do Samba.




Obra perdida de Tolkien é publicada no Brasil


Chega ao Brasil em dezembro o livro A Queda de Artur, de J.R.R. Tolkien (1892-1973), pela editora WMF Martins Fontes. A obra vem cercada de expectativa, pois, até o ano passado, sua existência era considerada incerta. Os fãs do escritor se agarravam a cartas escritas na década de 1950 que mencionavam a lenda do Rei Artur.


Em 2012, Christopher Tolkien, filho do autor, apresentou A Queda de Artur à editora inglesa HarperCollins, que o publicou em maio deste ano. Trata-se de um poema de 40 páginas com outras 120 páginas de anotações.


O tradutor da edição brasileira e o próprio Christopher Tolkien assinam prefácios nos quais avisam o leitor de que se trata de um trabalho hermético. A versão em inglês também está presente na edição em português. Em versos aliterantes, que não fazem uso de rimas, o poema fala sobre a última missão do Rei Artur.


sábado, 14 de dezembro de 2013

Editora lança coleção especial de Natal Nora Roberts


Com mais de 400 milhões de livros vendidos, autora terá sete títulos relançados


Com a aproximação do Natal, a editora 'Harlequin Books', conhecida por suas inúmeras coletâneas de romances de amor, está preparando uma série especial com os livros da escritora norte-americana Nora Roberts. Ao todo, vão ser lançados sete volumes, com desconto de R$ 10 por unidade.


As fãs de romances já podem colocar em suas listas de desejo para o Natal títulos como 'A Arte da Ilusão', 'Querer & Poder' e 'Segunda Natureza'. Nora Roberts é uma das autoras de maior sucesso na história da literatura mundial e já vendeu mais de 400 milhões de livros. A Harlequin foi a primeira editora no Brasil a publicar os romances de Nora em versão digital
. 



quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

"O Pequeno Príncipe" terá parque na França


"O Pequeno Príncipe", personagem eternizado pelo romance do escritor e piloto francês Antoine de Saint-Exupéry, contará desde meados de 2014 com um parque de diversões na região da Alsácia, no nordeste da França, informou nesta segunda-feira o jornal "Le Figaro".

As instalações terão atrações como dois globos gigantes, que evocarão os planetas visitados pelo protagonista deste clássico da literatura francesa, e com um "aerobar", onde os clientes poderão comer e beber a 35 metros de altura, sentados e com os pés no soltos no ar, acrescentou a matéria.

Salas de cinema exibirão filmes relacionados ao personagem e um espaço dedicado aos animais com mais destaque no romance: uma fazenda de borboletas, um espetáculo com raposas e um rebanho de cordeiros.


O projeto, que será administrado pela empresa Aérophile, utilizará o espaço do antigo parque Bioscope, dedicado ao meio ambiente e fechado há um ano, no município de Ungersheim, no sul da Alsácia.



Daniela e Malu lançam livro no Rio de Janeiro


Daniela Mercury e Malu Verçosa decidiram transformar em palavras a história do seu relacionamento e transformaram em livro as memórias afetivas delas. Nesta segunda-feira (09), o casal fez o lançamento oficial da obra na livraria da Travessa do Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro.



No final da semana passada, as duas lançaram o livro Daniela & Malu – Uma História de Amor, que conta como as duas se conheceram, como se tornaram amigas, como se apaixonaram e, finalmente, quando escolheram transformar o namoro em casamento.



terça-feira, 10 de dezembro de 2013

A Hora de Clarice


Clarice Lispector deixou uma obra literária única, e para lembrar a importância de sua figura no mundo das letras se celebra a partir desta segunda-feira "A Hora de Clarice", uma homenagem internacional que lembra o aniversário da escritora nascida em 10 de dezembro de 1920.


"A Hora de Clarice" reúne vários eventos de hoje até domingo, no Brasil e também na Espanha, para celebrar a produção de uma mulher fundamental na literatura do século XX e essencial em todas as suas facetas.

Clarice (1920-1977) nasceu na Ucrânia, mas logo cedo se mudou para o Rio de Janeiro, onde desenvolveu grande parte de sua produção literária e jornalística: além de escrever romances, publicava uma coluna para mulheres sobre cozinha e beleza.


A terceira edição de "A Hora de Clarice", uma reverência mundial à obra e figura de Lispector, também chega amanhã à Casa América Catalunya, em Barcelona, onde a tradutora Elena Losada coordenará a mesa "Clarice Lispector, um novelo enrolado para dentro", e a atriz Ana Ly narrará contos de literatura infantil escritos pela autora.

A editora Siruela, em um esforço de aproximar a literatura da autora dos leitores espanhóis, lançou recentemente a Biblioteca Clarice Lispector, uma coleção que reúne toda a sua obra.





segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Peça-me o que quiser, agora e sempre


Em Peça-me o que quiser, agora e sempre, a aguardada continuação da surpreendente história de amor e sexo entre uma espanhola e um alemão, Judith terá que tomar a decisão mais difícil de sua vida. Será que viver sua paixão é tudo o que realmente importa?


Decidida a se afastar para sempre de Eric Zimmerman, Judith pede demissão da empresa Müller. Para se recuperar, resolve se refugiar por um tempo em Jerez, com seu pai. 

Desesperado com a partida de Jud, Eric vai atrás de seu amor. “Algo tão inesperado como você está trazendo emoção a um amargurado alemão. Onde você estava durante toda a minha vida?”, confessa Iceman.

Ela resiste o quanto pode, mas a atração entre eles continua forte, e as fantasias sexuais mais vivas do que nunca. Mas desta vez é Judith quem impõe suas condições, e ele deve aceitar para não perdê-la.

Tudo parece bem outra vez, até que uma ligação inesperada obriga o casal a interromper a reconciliação: a família de Eric o chama com urgência, e os dois voam para Munique. Judith procura se adaptar ao novo ambiente numa cidade que lhe parece hostil. Longe de seu mundo, terá de decidir se deve de fato dar uma nova oportunidade ao relacionamento, embora tenha plena consciência do quanto o deseja: “Antes eu tinha três vícios. Coca-cola, morangos e chocolate. Agora acrescento um, mais forte e poderoso, chamado Eric. Eu o desejo... desejo e desejo. Não importa a hora, o momento ou o lugar... eu o desejo.”. Poderá o amor vencer as diferenças e transformar suas vidas?



sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Best seller que ensina periguetes a tornarem-se damas chega ao Brasil


O marido milionário da personagem Valdirene, de Amor a Vida, contratou um professor de etiqueta para ensinar a periguete como tornar-se uma verdadeira dama. Quem tem interesse em mudar, mas não dispõe do recurso de ter um profissional especializado à disposição já pode ficar animado. Best seller nos Estados Unidos, o livro "Classy: conselhos de elegância para a mulher moderna" acaba de ser lançado no Brasil.


Escrita por Derek Blasberg, editor especial da Harper’s Bazzar americana, a obra dá várias dicas de como uma dama deve se vestir e deve se portar. Além disso, "Classy" explica qual a melhor forma de dar uma festa, fazer amigos e achar um novo amor, entre outras coisas. A versão em português do livro está a venda por R$55 em sites de livrarias.

A lista de dicas chega a ser hilária em algumas situações, mas a obra ganha pontos por ser bastante didática e útil. Veja alguns itens da lista:

- Uma dama usa calcinha
- Uma dama jamais se maquia à mesa
- Uma dama sabe como passar rímel no banco de trás de um carro e num avião
- Uma dama sabe que um bom rapaz é promessa de um bom futuro
- Uma dama jamais tira meleca do nariz ou a calcinha em público
- Uma dama sabe que não deve criticar os modos de seus convidados à mesa
- Uma dama tem um aperto de mão bom e forte. Mesmo que ela seja uma princesa, vestindo-se e agindo como tal, ter segurança nesta hora é fundamental
- Uma dama pode beber cerveja, mas só se ela gostar de cerveja
- Uma dama não atende ao telefone durante um desfile de moda. Nunca





segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Fernanda Torres lança seu primeiro romance 'Fim'


A atriz Fernanda Torres lançou na Livraria da Travessa, no Rio de Janeiro, seu primeiro livro, intitulado 'Fim'. A publicação é um romance e conta a história de cinco idosos que enfrentam dilemas desta fase da vida, ao relembrarem frustrações do passado. Os personagens remetem a figuras comuns que andam pelas ruas de Copacabana.


Marcaram presença no lançamento nomes como Evandro Mesquita, Nelson Motta, Paulo César Pereio e Fernanda Montenegro, mãe da atriz. Atualmente, Fernanda Torres está no ar em Tapas & Beijos, da Globo, como Fátima.


sábado, 30 de novembro de 2013

Intocável - Randall Sullivan


INTOCÁVEL - A estranha vida e a trágica morte de Michael Jackson

Tendo como ponto de partida os dias finais do Rei do Pop no rancho Neverland, Intocável conduz o leitor pelos quatro últimos anos de Michael Jackson, conforme ele viajava o mundo - da Califórnia para o Oriente Médio, depois Irlanda, Ásia, Costa Leste e Las Vegas -, na tentativa recuperar sua fortuna e reputação com um novo disco e uma série de cinquenta megashows, para os quais ele ensaiou até um dia antes de sua morte.


Sullivan também investiga o passado de Jackson, revelando um homem tão ingênuo quanto astuto, um pai dedicado cujas atitudes com os filhos geraram polêmicas mundiais, um empresário ardiloso que atingiu o auge muito cedo para depois quase derrubar uma megacorporação, um narcisista inveterado que, mais do que tudo, desejava uma vida tranquila, solitária e normal. Do estrelato precoce com o Jackson 5 à derradeira queda, passando pela difícil relação com a família e os muitos escândalos públicos que marcaram sua carreira, Intocável jamais deixa de lado o gênio artístico de Jackson, seu pioneirismo musical e tecnológico e os incríveis passos de dança que marcaram e seguem marcando gerações.

Valendo-se de dados inéditos sobre a vida financeira de Jackson, bem como sobre as acusações de pedofilia que manchariam irremediavelmente sua carreira, além de acesso exclusivo a figuras do círculo íntimo do cantor, o autor traça o mais completo (e complexo) retrato de Michael Jackson, um homem de inúmeras contradições que segue, a despeito de tudo, no seu trono de Rei do Pop.

“A primeira grande narrativa sobre os últimos anos do Rei do Pop... [Intocável] apresenta Jackson sob uma nova luz.” - Los AngelesTimes

“Uma biografia que, a despeito de toda cobertura que o astro já recebeu, o torna fascinante outra vez.” - People



quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Sete dicas infalíveis para ler mais rápido


Com tantos livros para ler e tão pouco tempo para eles, é natural que cedo ou tarde entremos em pânico. Todo leitor enfrenta essa dura revelação em algum momento de sua vida. A lista de obras que queremos ler é imensa, nossa estadia nesta adorável biblioteca é finita e, infelizmente, jamais conseguiremos ler tudo. Alguns encaram a descoberta com resignação e começam a escolher melhor os livros que leem. Outros passam a dedicar ainda mais tempo à literatura, na tentativa de reduzir suas perdas. E há os que se negam a aceitar seu destino. Decidem trapacear. Se fossem cavaleiros medievais, desafiariam a morte para uma partida de xadrez. Como são leitores, entregam-se à leitura dinâmica.

Já sucumbi várias vezes a essa tentação. Depois de cada uma delas, me arrependi e voltei à minha velocidade normal de leitura. Numa das tentativas, comprei um livro intitulado Leitura dinâmica e memorização. Não terminei de lê-lo e não lembro de nenhuma das dicas. Já tentei assistir a aulas de leitura dinâmica no YouTube, mas percebi que seria mais produtivo sair do computador e usar esse tempo para ler. Num ato de desespero, peguei emprestado um CD com um curso de leitura dinâmica baseado em técnicas nebulosas de programação neurolinguística. Desisti quando o locutor disse “feche os olhos e visualize seus objetivos sendo alcançados”. Mantive os olhos abertos, fui até a estante e busquei um livro para “visualizar”. Continuo lendo com a mesma velocidade desde então.

A melhor frase que li sobre o assunto é de Woody Allen. ”Fiz curso de leitura dinâmica e li Guerra e paz em 20 minutos. É sobre a Rússia." Poucas vezes uma hipérbole foi tão verdadeira. É, sim, possível aprender a ler mais rápido. Mas há limites. Os resultados positivos costumam ser frutos de uma escolha entre velocidade e perda de compreensão. Alguns leitores podem achar que a troca vale a pena. Outros podem preferir ler menos, mas melhor. Para ajudar nessa decisão, fiz uma lista com minhas sete dicas favoritas (e infalíveis) para ler mais rápido – e seus sete desagradáveis efeitos colaterais.


1) Leia um livro por vez

Quanto mais caóticos forem nossos hábitos de leitura, mais custosa será nossa tarefa de lembrar dos detalhes de um livro e retomá-lo do ponto em que paramos. Não é raro que tenhamos de ler duas ou três vezes a mesma página até reencontrarmos o fio da história. Quando intercalamos dois ou mais livros diferentes, a confusão mental é ainda maior. Assim perdemos vários minutos de leitura que poderiam ter um destino mais nobre. Estabelecer uma rotina de leitura disciplinada e mergulhar em apenas um livro por vez é uma boa maneira de evitar esses lapsos e acelerar a leitura. Se você sentir uma vontade incontrolável de abrir outro livro antes de terminar o que está lendo, contenha-se. Force-se a ler apenas um livro por vez. Afinal, você quer ser rápido ou quer se divertir?

2) Nunca releia

A memória de um leitor é traiçoeira. Incontáveis vezes, entre uma página e outra, somos acometidos por dúvidas básicas sobre trechos que acabamos de ler. Por que Brás Cubas abandonou sua segunda namorada? Qual foi a primeira frase do príncipe Míchkin para Aglaia Epantchiná? Esse Aureliano Buendía é filho de quem mesmo? A única solução para questões desse tipo é retroceder na leitura e buscar as respostas em capítulos já vencidos. Quem sucumbe a essas tentações, porém, jamais será um verdadeiro praticante da leitura dinâmica. A ordem é avançar a qualquer preço. A mão que vira as páginas deve se movimentar sempre da direita para a esquerda, sem nunca percorrer o caminho contrário. Talvez o autor esclareça sua dúvida num capítulo seguinte. Talvez você tenha de buscar a resposta na Wikipédia, ou consultar um leitor menos disciplinado. Talvez você nunca tenha a resposta. Não importa. É melhor ganhar uma dúvida para a vida inteira do que perder alguns minutos de leitura.

3) Pesquise antes de ler

Quanto menos surpreendente for a leitura, menos tempo você terá de gastar com ela. Os segundos que desperdiçamos quando uma frase nos emociona ou quando ficamos chocados com uma virada no enredo são preciosos. Evite surpresas. Leia o índice, leia resenhas, consulte resumos, convença um amigo a estragar o final. Quando souber tudo sobre o livro, a leitura se tornará uma formalidade rápida e quase indolor. Livre-se dela como uma enfermeira arranca um esparadrapo. Você perderá a alegria de ser surpreendido por um grande livro, mas lerá muito mais livros do que seus amigos.

4) Segure sua língua

A maioria dos leitores tem o hábito de pronunciar, sem emitir sons, cada palavra que lê. Para os defensores da leitura dinâmica, poucos barulhos são tão incômodos quanto esse monólogo mental silencioso. A fala é muito mais lenta do que a visão. Se nos acostumarmos a ler sem subvocalizar cada palavra, leremos muito mais rápido. Há técnicas para conseguir isso. A mais eficiente é ocupar as cordas vocais durante a leitura. Há quem aconselhe o leitor a repetir a mesma palavra inúmeras vezes, recitar o alfabeto ou até zunir para si mesmo – tudo isso enquanto lê. O aumento na velocidade é instantâneo. O desconforto também. Fica muito mais difícil apreciar a sonoridade das frases. E pense na cara de desapontamento que o autor do livro faria se soubesse que sua grande obra seria lida em meio a zumbidos e mantras desconexos.
 
5) Leia grupos de palavras

Depois de domar suas cordas vocais, você estará pronto para o Santo Graal da leitura dinâmica. Em vez de ler uma palavra por vez, leia grupos de palavras. Frases e até linhas inteiras. Aprendendo a criar, processar e digerir esses blocos de informação, sua velocidade de leitura chegará ao ápice. Como nas outras dicas, a rapidez tem seu preço. Sem tempo para se dedicar a cada palavra individualmente, é impossível dar a atenção merecida às escolhas vocabulares do autor. Palavras desconhecidas permanecerão desconhecidas para sempre: retroceder para lê-las seria violar a regra do item 2 (Nunca releia). E nem pense em pegar um dicionário: além de ser uma enorme perda de tempo, é uma evidente violação da primeira regra (Leia um livro por vez). Um neologismo curioso ou um vocábulo exótico não são justificativas para interromper o fluxo da leitura. Siga em frente, em velocidade máxima.

6) Exercite a leitura seletiva

Às vezes a velocidade máxima não é o bastante. A saída, então, é procurar um atalho. Ou seja: atravessar trechos inteiros do livro sem lê-los. Está aborrecido com um trecho descritivo de um romance? Comece o próximo parágrafo. Não quer encarar um diálogo entre dois personagens que você odeia? Vire a página. Já entendeu o que um autor de não-ficção queria dizer, mas ele insiste em dar novos exemplos? Pule para o próximo capítulo. Se o tempo de leitura for muito curto, pode ser necessário recorrer a métodos ainda mais radicais. Leia as páginas ímpares e pule as pares. Leia só o índice, o começo e o final. Leia apenas a primeira frase de cada parágrafo e a última de cada capítulo. Essa última técnica é minha favorita. Recorri a ela com uma frequência vergonhosa. Quantos trabalhos de faculdade não nasceram desse tipo de leitura? E quantos deles não receberam boas notas, talvez porque o professor aplicava neles um método de leitura dinâmica semelhante ao meu? Só o resultado imediato importa. Pouco tempo depois, você se sentirá como se nunca tivesse lido o livro. Aliás, falando nisso…

7) Finja que leu

Se a leitura seletiva é comparável a uma conversão proibida na estrada, fingir que já lemos um livro equivale ao teletransporte. Numa coluna anterior, já disse que essa é a forma mais eficiente de leitura dinâmica. Para praticá-la de forma satisfatória, basta seguir pela metade a dica 3 (Pesquise antes de ler). Pesquise, mas não leia. Fale do livro com desenvoltura sem nunca ter folheado suas páginas. A maioria dos devotos desse tipo de leitura prefere preservar seus segredos, mas já fui apresentado a praticantes orgulhosos dessa técnica sobrenatural. Para eles, ler um clássico é uma perda de tempo. Basta se informar sobre o livro e, quando muito, ler as primeiras páginas para ter uma vaga ideia de qual é o estilo do autor. Seguindo essas dicas, qualquer um pode ler
 Guerra e paz em poucos minutos – e descobrir que o livro é, afinal, sobre a Rússia. A quase morte do príncipe Andrei e a introdução de Pierre à maçonaria não os deixarão maravilhados ou boquiabertos. Serão apenas verbetes soltos de enciclopédia, e não duas das mais belas cenas da história da literatura. Pouco importa. A velocidade de leitura é fundamental. O livro é só um detalhe.