terça-feira, 27 de maio de 2014

"Estou envergonhado de pertencer à raça humana", diz Neil Gaiman após visitar refugiados

Escritor britânico viajou à Jordânia como representante da ONU


O escritor britânico Neil Gaiman relatou em seu blog e em um artigo no jornal 'The Guardian' a experiência que teve em um campo de refugiados na Jordânia, que visitou na semana passada. O autor de 'Sandaman', 'Coraline' e 'Deuses Americanos' se diz envergonhado de pertencer à raça humana, mas ao mesmo tempo orgulhoso pelo empenho de algumas pessoas em ajudar os refugiados. 

"Eu voltei da Jordânia envergonhado de pertencer a uma raça que trata tão mal os seus membros, e simultaneamente orgulhoso de ser parte dessa mesma raça humana que faz o melhor que pode para ajudar pessoas que estão machucadas, precisando refúgio, segurança e dignidade", declarou o escritor, que viajou à Jordânia como representante das Organização das Nações Unidas (ONU). 

Em seu artigo no 'The Guardian', intitulado ''So many ways to die in Syria now': Neil Gaiman visits a refugee camp in Jordan', Gaiman relatou conversas com refugiados e confessou: "Em determinado momento eu percebi que não conseguia mais pensar direito e só conseguia chorar. Eu achei que era apenas eu, mas o câmera estava chorando também".

2 comentários:

  1. Nossa, bem forte algumas coisas que ele falou.Gostei muito do seu blog, o conteúdo é bem variado, já to seguindo aqui, se puder me segue tb, bjus!
    talkingabout-reb.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Rebeca ;)

      Seguindo o seu também!

      Bjs

      Excluir