quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Cidades de Papel - John Green


Lançado originalmente em 2008 nos Estados Unidos, o livro foi a realização de algumas vontades do autor: 1) Escrever um mistério; 2) Escrever um mistério que questionasse o modo exagerado como idealizamos as pessoas por quem estamos apaixonados — como se, em vez de pessoas normais, elas fossem seres superiores; 3) Escrever uma história que se passasse em Orlando, na Flórida, cidade onde ele cresceu; 4) Escrever sobre as “cidades de papel” (lugares que aparecem nos mapas, mas, na verdade, não existem), um estranho fenômeno cartográfico que chamou sua atenção quando ele encontrou uma dessas cidades durante uma viagem de carro no primeiro ano de faculdade.


Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita.


Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.


13 comentários:

  1. To doida pra ler esse livro!
    Bela resenha :)

    Beijos
    literaturizei.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nossa, como eu estou ansiosa para ler esse livro! Quase comprei esses dias, mas já estou com tantos livros para ler que resolvi esperar um pouco.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  3. Puxa!!! Que interessante!!!
    Vou ter que colocar na minha listinha...
    Ô coisa boa!!!
    bjs
    Ritinha

    ResponderExcluir
  4. Max, quero muito ler esse livro, parece excelente. Gosto muito na narrativa do Green...

    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que fiquei muito interessando em lê-lo também ;)

      Abraço!

      Excluir
  5. Só tenho ouvido falar bem desse livro aí vai dando cada vez mais vontade de ler.

    Te indiquei para responder uma TAG. Depois da uma conferida lá -> http://www.letrasdanana.blogspot.com.br/2013/09/tag-big-brother-literario.html

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Pela indicação, Mariana ;)

      Abraço!

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Louca para ler esse livro. Com sua resenha fiquei com mais vontade, e super curiosa rs.
    John Green sempre arrasa com seus livros,acredito que essa seja mais uma ótima obra dele.
    Beijos Doces, Taty
    http://aculpaedosleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Taty ;)

      John Green é, sem dúvida, um dos grandes autores da atualidade.

      Bjs

      Excluir